Pular para o conteúdo principal

Os 7 erros cometidos pelos novos técnicos

Época de enfrentar novos desafios, encontrar uma carreira, ou ainda subir mais um degrau nela? Pois é, se não tem experiência alguma, ou se deseja focar sua carreira numa área de sua preferência sem necessitar de um curso superior, os cursos técnicos podem ser uma boa. Duram cerca de 3 semestres, com um trabalho de conclusão em que você empregará os conhecimentos adquiridos durante o curso. Diversas instituições os dão gratuitamente, muitas vezes após um processo seletivo, uma espécie de "vestibulinho". Mas o que fazer se você já concluiu seu curso e não consegue encontrar emprego na área (passei por essa situação um tempo atrás)? Bom, primeiramente vamos ver 7 coisas que você não deve fazer.


1 - Relaxar

Após um estressante trabalho de conclusão de curso, às vezes feito em paralelo com a conclusão do ensino médio (como foi o meu caso) todo mundo merece "esfriar a cabeça", correto? Correto. Mas voltar ao ritmo de estudo anterior é ainda mais difícil se você se demorar a fazê-lo. Quando mais tempo você relaxar, mais difícil será de se recuperar, ou seja, terá de se esforçar ainda mais depois. Por isso, BOM SENSO!

2 - Deixar de exercitar a lógica

O meu post se dirige primeiramente aos técnicos de TI, mas entenda que me refiro a capacidade de executar e resolver os problemas relacionados a sua área técnica. Todos os que já fizeram os cursos técnicos de informática focados em programação vão concordar comigo que a lógica deve ser sempre exercitada, caso contrário, enferruja-se. Por isso, procure exercícios de lógica na internet, livros, ou até mesmo aqueles que você já resolveu anteriormente, tentando encontrar uma forma melhor de resolvê-los. Caso contrário, você automaticamente cometerá o próximo erro.

3 - Parar de pesquisar

A falta de desafios inibem a necessidade de se conhecer novas ferramentas, afinal, para que pesquisarei novas soluções ou me aperfeiçoarei em determinada área se não tenho a necessidade de tal? Seja curioso, pesquise, questione, crie novas soluções, métodos de resolução, conheça bem os já existentes. Se fez programação, procure aprender uma nova linguagem, se aprofunde em um conceito de seu interesse que não teve tempo para fazê-lo. Estar mais preparado não te levará ao próximo erro.

4 - Achar que nunca vai estar qualificado para as vagas de sua área no mercado de trabalho

Não é característica somente da área de TI pedir inúmeros conhecimentos/experiência dos profissionais, mesmo que seja para um estágio. Já encontrei estágio que pedia experiência (engraçado que o salário era de estagiário, não de quem tinha experiência). Ver aquela lista enorme de qualificações necessárias pode desanimar qualquer um, mas não pense assim. Pesquise. Procure se qualificar para as vagas da sua área. Se um idioma tem te impedido de ganhar um bom salário, aprenda-o. Se tiver a opção de estudar em casa, faça-o. Pegue este hábito, seja auto-didata, você só terá a ganhar. O déficit em diversas áreas como construção, TI e outras ainda não foi suprido, e em alguns casos, só parece aumentar. Se qualifique, emprego não faltará. Persista. Se começar a pensar que nunca estará preparado, pode cair na armadilha do próximo erro.
5 - Desistir de encontrar emprego na área

Uma hora todo mundo cansa, afinal, a esperança é a última que morre, mas morre. As vagas podem até ser muitas, mas parecem pedir um(a) super-homem/mulher! E em alguns casos, a área do curso era tão específica que não se acha vaga, ou até se encontra, mas a uns 400 Km da sua casa. Nestes casos em especial, deve-se estar preparado para viajar, afinal, deveria ter pensado nisso antes de começar o curso ;) . Mas nos casos em que as vagas estão relativamente próximas ao lugar onde mora, a dica é a mesma: não desista! Leia uma história inspiradora de alguém bem-sucedido na carreira que esperou por não-sei-quanto-tempo, pode lhe ajudar. 

6 - Aceitar empregos que não exigem qualificação alguma

"Ah! É muito fácil falar, não é você que está/estava precisando de dinheiro urgentemente." Concordo (na parte do "é mais fácil falar", porque na do dinheiro eu estou precisando sim). A necessidade molda nossas vidas de uma forma diferente da que tínhamos planejado. Mas ainda sim, aceitar o primeiro emprego que bate a sua porta pode não ser a melhor escolha. Muitos empregos não dão oportunidade alguma para alguém crescer. De fato, muitos dos que já trabalharam em empregos assim se queixam de "foi um stop na minha carreira, só perdi tempo", ou "se eu tivesse tido mais paciência" e etc. Aceitar empregos assim pode até ser comparado com jogar seu certificado no lixo. Se seu currículo técnico só possuía sua formação antes desse emprego, após ele continuará exatamente da mesma forma. Não condeno ninguém por aceitar esses empregos, pelo contrário, é louvável. Mas se puder esperar, sei lá, "apertar o mais o cinto em volta da barriga" para a fome doer menos (brincadeira), faça-o. Mas no caso de já estar trabalhando nisto, aproveite. Invista em você mesmo se possível. Sabe aquelas qualificações que você não tinha? Pois é, agora você poderá obtê-las. Se por um lado agora você não tem mais o tempo anterior para estudar, por outro lado possui certa quantia para investir em cursos. Se o bolço ainda assim é pequeno, planeje-se! Guarde ao menos um pouco. Economize. Se o seu celular ainda está funcionando, fique com ele. O dinheiro que está economizando agora sem dúvida renderá muito mais no futuro. Fazendo assim, você não cometerá o último erro, o mais fatal de todos.

7 - Achar que estudar foi um erro

É verdade que nesse mundo cheio de injustiças e nepotismo, a qualificação não lhe garantirá que será a pessoa mais rica da Terra, nem a mais feliz. Mas sua formação, assim como a própria palavra nos diz, é sua composição, parte integral do seu ser. É ela quem definirá muito do que você é e o que pode fazer. Não seja tolo(a) de achar que estudar é um erro! Parar de aperfeiçoar sua formação é parar de aperfeiçoar a si mesmo(a). Não desanime, muitos dos que não conseguiram emprego na área técnica simplesmente partiram para outra área em que se davam melhor, e descobriram o que realmente queriam fazer. Se sua técnica já é o que deseja fazer, repito: não desista! Oportunidades sempre surgem, e você vai comprovar isso o que estou dizendo mais cedo ou mais tarde. O que acontece é muitas vezes não estamos preparados para elas, então é simples: prepare-se! Essas são as minhas dicas, que depois de 1 ano após o término do meu curso consegui um emprego para fazer o que quero. Então não desanime. Ah! E outra coisa importantíssima: não perca o contato com os seus colegas de curso! Eles podem ser ótimos passaportes para as mais diversas vagas. Ainda hoje, junto com sua qualificação o melhor passaporte para um emprego é a indicação. E é claro: faça o mesmo por eles. 

Tem dicas de cursos? Deixe-as nos comentários.

Comentários

  1. me deparo com o mesmo erro estou na luta de um novo emprego na minha aria de Técnico em Eletrônica,
    me deparei com seu texto me senti muito melhor acredito que não vou desistir, muito bom mesmo

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Usando o Notepad++ para compilar programas Java

Para quem se aventura agora no mundo da programação, já deve ter ouvido falar do Notepad++. A ferramenta, que dá suporte as linguagens C, C++, Java, C#, XML, HTML, PHP, Javascript, ASCII art, doxygen, ASP, VB/VBS, SQL, Objective-C, CSS, Pascal, Perl, Python, Lua, TeX, TCL, Assembler, Ruby, Lisp, Scheme, Properties, Diff, Smalltalk, Postscript, VHDL, Ada, Caml, AutoIt, KiXtart, Matlab, Verilog, Haskell e InnoSetup, é indispensável para qualquer programador, desde aquele novato ao mais experiente. Apesar dos recursos de macro, multi-linguas e a possibilidade de executar aplicativos externos, o programa mantém a função de bloco-de-notas. Uma possibilidade legal é que o programa possibilita o uso de scripts, com instruções automatizadas para que você economize seu tempo. E um script de execução que eu achei, que assim como é para mim será bem útil para todos, é o de compilar arquivos .java. Para configurar essa função, tecle F6 para a 1ª execução do eu arquivo .java no Notepad++. Agora vo…

Agilizando pesquisas no Firefox

Quem é usuário do navegador da Google, o Chrome, sabe bem o que é ter bastante espaço na tela para a visualização de sites. A interface do navegador é bem simples, tendo somente uma barra para a entrada de urls e pesquisa,  deixando o navegador tão limpo como a muitos tem agradado. Mas você sabia que o navegador da Mozilla, o Firefox, também possui este recurso, e ainda mais, você pode executar pesquisas em diversos sites como Youtube, Facebook e Twitter apenas utilizando a barra de endereços? Veja como!

Mapa mental: nunca mais se perca!

Enquanto me perdia em milhares de ideias que apareciam e se iam, desesperado pela falta de organização das informações, achei uma ferramenta que tem me ajudado desde então: Mapas mentais. Mas afinal, o que são, e como usá-los?